Aprenda a fazer queijo prato em 5 passos

Aprenda a fazer queijo prato em 5 passos, com massa macia, sabor suave e aroma nos padrões dinamarqueses.

Em apenas 5 passos, você aprenderá a fazer queijo prato com sabor suave e consistência macia

Aprenda a fazer queijo prato em 5 passos

 

Originário da Dinamarca, o queijo prato conquistou o mercado nacional com seu sabor suave, e massa macia. Atualmente, o Brasil é um dos seus maiores consumidores, o que mostra a sua popularidade no mercado, junto ao queijo tipo mussarela. Por esse motivo, o queijo tipo prato é fabricado em todo o território nacional, com tecnologia adaptada a fatores regionais.

Segundo a professora Célia Lúcia Ferreira, do Curso CPT Produção de Queijo Minas Padrão, Prato e Provolone, o queijo tipo prato pode ser fabricado em diversos formatos, mas o formato mais comum é o retangular, com crosta fina, cor amarelada, sabor suave e consistência macia.

Vamos ao passo a passo para a fabricação:

1° passo: pasteurização e resfriamento do leite

Antes de fabricar o queijo prato, é fator primordial proceder à pasteurização do leite. Ela deve ser feita em temperatura entre 60 e 65 °C por 15 minutos. Dessa forma, obtém-se um queijo seguindo os padrões de segurança alimentar, pois durante o processo, os microrganismos nocivos à saúde humana são eliminados. Assim que termina a pasteurização do leite, este deve ser resfriado até que atinja a temperatura entre 30 e 33°C.

2° passo: mexedura e aquecimento

Antes do processo de mexedora, retira-se 30% do soro do leite e adiciona-se 20% de água a 75°C. O procedimento deve ocorrer lentamente até que a temperatura ambiente do leite alcance entre 40 e 42°C. Quando isso ocorrer, procede-se à mexedura. Esta deve ser feita com o auxílio de um garfo grande até chegar ao ponto (sem quebra excessiva de grãos nem formação de aglomerados).

3° passo: dessoragem e pré-prensagem

Com a massa no ponto ideal, esta deve ser empurrada para uma das extremidades do tanque, ainda com um pouco de soro em sua superfície. Em seguida, ela segue para a pré-prensagem (manual ou pneumática) por 20 minutos.

4° passo: enformagem, prensagem e fermentação

Assim que termina a pré-prensagem, corta-se um pedaço da massa. Esta é colocada em formas retangulares, com dessoradores, para novas prensagens, até que o soro seja eliminado por completo. A massa deve permanecer na prensa até o dia seguinte para fermentação.

5° passo: salga e secagem

A massa segue para a salga com pH entre 5,0 e 5,3. O tempo na salmoura varia conforme o tamanho do queijo, podendo durar de 6 a 48 horas. Assim que termina a salga, deve ser feita a secagem do queijo, por 24 a 48 horas aproximadamente, com umidade relativa do ar em torno de 80 a 85%.

Para se tornar um saboroso queijo prato, ele deve maturar por 60 dias.

Por Andréa Oliveira.

Fonte: Queijos no Brasil e Cursos CPT.

Andréa Oliveira 15-09-2015 Laticínios

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.