Cachaçarias pedem reavaliação da carga tributária sobre a bebida

É preciso criar condições favoráveis de mercado para as cachaçarias, uma delas é a redução dos altos tributos

Cachaçarias pedem reavaliação da carga tributária sobre a bebida

No Brasil, os maiores produtores de cachaça são os seguintes estados: São Paulo, Pernambuco, Ceará, Minas Gerais e Paraíba. Segundo dados coletados no Censo Agropecuário de 2017, há cerca de 11.023 produtores distribuídos em todo o país. Mas apenas 1,5 mil são registrados no Mapa - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Ou seja, a informalidade do setor predomina e chega a 86%.

Das cachaçarias registradas no Mapa, 580 se enquadram no regime do Simples Nacional. O que reduz os tributos em até 90% para os produtores de cachaça. Se não fosse essa medida, em vigor desde o início de 2018, os produtores estariam em uma situação alarmante. Isso porque a cachaça é o produto mais tributado do país. E os tributos sobre a cachaça impactam diretamente no setor.

Segundo Carlos Lima, diretor executivo do Ibrac - Instituto Brasileiro da Cachaça, há três anos, o governo reviu a cobrança do IPI - Imposto sobre Produtos Industrializados, sobre a cachaça. Como resultado, as cachaçarias tiveram de aumentar significativamente o preço da bebida. Há situações em que a alta alcançou 330%. Com isso, não apenas o produtor é prejudicado, como também o consumidor final.

Não foi mera coincidência que as cachaçarias paulistanas divulgaram um manifesto com o objetivo de ampliar os esforços para promover a cachaça. Elas também pedem a redução dos altos tributos sobre a bebida - produto mais taxado do país. É preciso criar condições favoráveis de mercado para que as cachaçarias não apenas de São Paulo, como também de outras regiões saiam da clandestinidade e gerem mais empregos.

No ano passado, o faturamento do setor ultrapassou R$ 10 bilhões. A cachaça foi comercializada para mais de 60 países, por mais de 50 empresas exportadoras de cachaça, com uma receita de US$ 15,80 milhões para 8,74 milhões de litros de cachaça vendidos. Isso corresponde a um aumento de 13,43% em valor e de 4,32% em volume quando comparado a 2016. Portanto, a cachaça apresenta grande potencial para o mercado externo - as exportações aumentaram em dois anos seguidos.

Conheça o Curso a Distância CPT em Cachaça - Produção Artesanal de Qualidade Livro+DVD e Online.

Leia o artigo "Como armazenar cachaça de forma adequada".

Fonte: revistagloborural.globo.com

Andréa Oliveira 03-10-2018 Cachaça

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.