Centro de Produções Técnicas


Utilização econômica de adubos

A incorporação de solos mais pobres na produção agrícola aumenta a necessidade de determinar o melhor uso de corretivos e fertilizantes

aplica%C3%A7%C3%A3o de adubos 188x250 Utilização econômica de adubos

Para melhor produtividade agrícola é necessário o uso racional e eficiente dos adubos

O aumento da produção de alimentos está diretamente ligado à fertilidade das terras a serem cultivadas, por isso há a necessidade de se determinar a melhor e mais econômica forma de aplicar os corretivos e fertilizantes.

Júlio César L. Neves, professor do curso Aplicação Econômica de Adubos, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, afirma que o primeiro passo para se obter a maior rentabilidade da terra é fazer a amostragem do solo.

A amostragem do solo consiste em obter uma porção representativa do solo de uma área em estudo para avaliar o nível de fertilidade do solo, evitar aplicações antieconômicas de calcário e adubos, e sugerir um nível de adubação, levando em conta as características específicas do solo e da planta.

A seleção das áreas a serem coletadas leva em consideração as características uniformes. Para tanto, deve-se considerar: a cor do solo, a posição na encosta, a cobertura vegetal, sua textura, drenagem, e histórico da área. A área a ser considerada é de no máximo dez hectares.

As amostras são caracterizadas em dois tipos: a amostra simples, que é a porção coletada em cada ponto do terreno, e a amostra completa, que é caracterizada pela mistura homogênea das várias amostras simples coletadas.

O curso Aplicação Econômica de Adubos aborda assuntos correspondentes às características do solo, nutrição das plantas, Lei do mínimo, análise do solo, análise foliar, acidez do solo, escolha do corretivo, aplicação do calcário, gesso agrícola, adubação, concentração de nutrientes, adubação de cobertura, micronutrientes, fosfatagem corretiva, adubação orgânica e aplicação de adubos.

Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On-line de Viçosa, filiada mantenedora da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

Por: Virgínia Maria de Araújo

Para mais informações sobre o tema acesse: http://industriarural.com.br/agroindustria/aumento-produtividade-cultivo-tomate/


Deixe Um Comentário