Centro de Produções Técnicas


Projeto Reniva aumenta produtividade da mandioca em 20%

Em média, o produtor brasileiro colhe 13 toneladas de mandioca por hectare, mas com o projeto Reniva, a produtividade pode aumentar 20%

Projeto Reniva aumenta produtividade da mandioca em 20%

“Quando comparada a outros cultivos, a mandioca apresenta uma série de vantagens, como fácil propagação, relativa tolerância a longas estiagens, rendimentos satisfatórios (mesmo em solos de baixa fertilidade), pouca exigência em insumos modernos e potencial resistência a pragas e doenças”, afirma Marney Pascoli Cereda, professora do Curso a Distância CPT Cultivo de Mandioca em Livro+DVD e Online.

Segundo Helton Fleck da Silveira, engenheiro agrônomo da Embrapa, a produção de mandioca é simples. Basta cortar 20 centímetros das manivas (ramas), plantar e esperar crescer. Geralmente, sete meses após o plantio, quando as raízes atingirem diâmetro acima de 3 centímetros, a mandioca pode ser colhida. Mas se faltar água disponível para o cultivo, a lavoura não vinga, ainda que a mandioca tenha certa tolerância à estiagem.

Em Marcionílio Souza, município baiano a 336 km da capital Salvador, os produtores de mandioca tiveram suas lavouras dizimadas, em consequência do longo período de seca na região. Por tais motivos, os pesquisadores da Embrapa desenvolveram o projeto Reniva, com o objetivo principal de profissionalizar a cadeia produtiva da mandioca. Em média, o produtor brasileiro colhe 13 toneladas de mandioca por hectare. Com o programa, a produtividade pode aumentar 20%.

Tamanho o sucesso do Reniva, que o projeto se disseminou por vários estados nordestinos, além de Minas Gerais e Tocantins. Mas tudo foi possível graças ao surgimento de um novo personagem chamado maniveiro. Trata-se do produtor de mandioca, experiente no cultivo e com disposição para trabalhar duro. No programa, cada maniveiro reserva um hectare de terra para produzir mandioca. Em troca, recebe do Governo Federal e Estado da Bahia R$ 15.750 para irrigar, adubar e aplicar defensivos.

Atualmente, 40 variedades de mandioca fazem parte do projeto Reniva. Destas, 13 pertencem ao banco de melhoramento genético da Embrapa – as restantes vêm das comunidades de agricultores. Graças ao programa, novos protocolos de produção foram estabelecidos. Um deles determina que as mudas de mandioca sejam embaladas, como um rocambole, antes de seguirem para os maniveiros.

Fonte: g1.globo.com

Conheça os Cursos a Distância CPT, constituídos de Livro+DVD, e Cursos Online, da Área Agroindústria.

Deixe Um Comentário

Marque a caixa abaixo para validar seu comentário